Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Jardinópolis - SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Jardinópolis - SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
20
20 NOV 2022
HOMENAGEM
20 de novembro: Dia da Consciência Negra
enviar para um amigo
receba notícias
Homenagem da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SEMCT) da Prefeitura de Jardinópolis/SP aos servidores públicos municipais autodeclarados negros:

Cleiton Fernandes (inspetor de alunos) | frase escolhida: Pessoas oprimidas não podem permanecer oprimidas para sempre. O anseio pela liberdade se manifestará. (Martin Luther King Jr.).

Andresa dos Santos (auxiliar de recreação infantil) | mensagem escolhida:
Vivência: meu conceito de ser negra
Convivendo com uma realidade social, onde diariamente se multiplicam variedades de facetas e nuances a respeito das etnias, observo o que esta sociedade materialista, consumista, competitiva e preconceituosa fala da identidade negra, evidenciando a cor da pele de um povo, trazendo em suas falas sempre a intenção de problematizar questões raciais. Meu aprendizado dentro das relações humanas caminha por meio de uma vivência com conceitos éticos bem definidos. Sou negra sim, e muito bem resolvida, porque aprendi a lidar com minha própria realidade. Aprendi a observar as oportunidades, tornando meu ato de viver uma experiência prazerosa, com a motivação necessária para enfrentar as dificuldades de cada momento. Construo meu dia a dia com alegria, paz, compreensão, confiança sabendo que posso e devo ter comunhão com o meu semelhante, independentemente da cor da minha pele. Penso que a tolerância e o respeito ao diferente contribuem para a formação dos valores que expressamos, e que isso nos leva a percorrer um caminho mais humano e solidário. Aprendi a lidar comigo mesma, não fugindo das lutas contra as adversidades que encontrei, isso me tornou uma pessoa mais experiente e mais compreensiva dentro de todas as limitações que a própria vida me trouxe. Todos somos seres provenientes de um processo de criação que acontece individualmente “por natureza”; se nascemos brancos, pardos, indígenas, negros é uma questão de combinação de trajetórias e isso vai além. Sua cor de pele não deve influenciar no que você é: sua vitalidade, sua força, seus medos, seus sonhos, suas vontades, suas dúvidas, seus conflitos, seu caráter, sua forma de amar, de sorrir e ser feliz. Não podemos esquecer que há um sentido em tudo que nos propomos a fazer e o principio de tudo é o autoconhecimento, o resto vem por acréscimo.

Eliana da Silva Santos (serviços gerais - SEMCT) | frase escolhida: Tudo que nóis tem é nóis. (Thales Alves).
Seta
Versão do Sistema: 3.2.9 - 07/12/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia